01/03/2021 às 10h55min - Atualizada em 01/03/2021 às 10h55min

O que esperar da Economia pós-pandemia?

Artigo #3 da Coluna Empreendedor na Prática

Prezado Leitor, nesta 3ª Edição, falaremos da preocupação de todos com o novo normal, período brutalmente transformado com a pandemia.

A pandemia foi um balde de água fria para quem, em dezembro de 2019, tinha planos de abrir ou ampliar seu negócio em 2020. A quarentena e o distanciamento social contribuíram para que vários estabelecimentos fechassem as portas.

Temos a consciência que o cenário é preocupante para várias empresas, porém ao mesmo tempo esta é a oportunidade para muitos empreendedores se reinventarem e apostarem principalmente na digitalização dos seus respectivos negócios. Citamos isso na edição passada!

Frente à crise provocada pelo Coronavírus, muitos empresários recorreram a empréstimos. Caso não consigam ou demore muito, ficam sem alternativas e correm o risco de fechamento das portas. Além disso, as dúvidas em relação ao tempo de duração da pandemia submetem a sensação de que os gestores são marujos guiando um barco sem rumo. Não há terra firme para desembarcar e o naufrágio parece ser inevitável.

Neste cenário quem sente bastante os efeitos são os pequenos empreendedores e quem ainda está engatinhando na gestão de um novo negócio. Entretanto, apesar das dificuldades, são em situações graves como essa que se torna importante utilizar a criatividade.

Sendo assim, com as inúmeras ameças de fechamento do comercio ou de determinados segmentos, os restaurantes e demais estabelecimentos comerciais, por exemplo, devem permanecer com os serviços de tele entrega e vendas online. Ou seja, a solução estará nas mãos da digitalização (rever a nossa 2ª edição).

Antes do Coronavírus se tornar manchete mundial, várias empresas já conheciam os benefícios do Trabalho Remoto, o famoso Home Office. Em tempos de quarentena e distanciamento social, ele se torna a alternativa mais viável para manter a produtividade das empresas, especialmente graças a ferramentas online que possibilitam o compartilhamento de arquivos e até mesmo a realização de videoconferência. O que vai pesar também é a economia para as empresas apresentada nesta modalidade de trabalho!

Gigantes como a Coca-Cola já confirmaram que adotarão o Home Office mesmo após a pandemia se estabilizar, pois a tecnologia atual possibilita essa interação à distância entre os seus colaboradores, além de promover redução nos custos. Sim! Faça a conta do seu gasto diário para manter todos trabalhando em seu escritório. Este cenário trará um crescimento para o segmento.

O mais interessante é que não são apenas as gigantes do mercado que podem se beneficiar do Home Office. Freelancers e pequenos empreendedores também podem superar os desafios da pandemia por meio dele com a utilização de coworking para realizarem suas atividades e reuniões. O mesmo vale para Startups e demais empreendimentos que possuem equipes pequenas e, com isso, podem agilizar ainda mais a interação entre os colaboradores por meio da tecnologia.

Com todo o estrago causado pelo Coronavírus na pandemia, a utilização dos serviços digitais nas empresas se tornou o remédio para amenizar os danos da doença causados nos negócios. Diante da quarentena, a utilização dos meios digitais para facilitar o dia a dia de quem não pode sair de casa foi fundamental para a manutenção das atividades e apuração dos resultados das empresas. Um exemplo prático é o aplicativo que viabiliza reuniões online por vídeo, o Zoom Meetings, que obteve um aumento de 1330% de downloads.

Existem vários formatos de serviços digitais que atuam facilitando a interação entre empreendedores e consumidores. Muitos estabelecimentos comerciais a exemplo dos restaurantes e farmácias apelaram para entregar solicitações aos clientes por meio do serviço de delivery. Se antes esse recurso já era um modo prático para agilizar vendas, no atual contexto ele se torna fundamental também para preservar a saúde e evitar aglomeração de clientes. Como um exemplo disso, de acordo com o Propmark, o serviço de plataforma de delivery do Grupo Pão de Açúcar registrou um aumento de 800% em pedidos.

Aprender sem sair de casa se tornou rotina para muita gente diante da necessidade de quarentena. As escolas e as universidades tiveram que adaptar os seus modelos de ensino e conteúdos de acordo com os formatos disponíveis de ferramentas online e os resultados foram bons para estas instituições, professores e alunos. De acordo com o Instituto Catho, a média de matrículas em cursos de Ensino à Distância em 2020, registrou um aumento de 68%.

E diante da crise econômica e da elevada onda de demissões, a busca por cursos capazes de enriquecer currículos se tornou uma saída para vários profissionais. Se levarmos em conta também que para passar o tempo na quarentena foi importante procurar por atividades que exercitassem a mente ou o corpo, aumentou a procura por cursos online de atividades que vão de yoga à culinária.

É possível dizer que, apesar do cenário adverso ocasionado pelo Covid-19, nem tudo está perdido. São nos momentos de crise que chega a hora de sair da zona de conforto. Perceba quantos segmentos indiretamente foram expostos nesta análise de recuperação no novo normal.

Portanto, se esse é um desses momentos para os empresários se reinventarem e encontrarem novas oportunidades, então é necessário se mexer. A recuperação do mundo após a pandemia do novo coronavírus será mais difícil agora do que foi em recessões anteriores – e especialmente para nós brasileiros. Fique atento as oportunidades.

Ao que tudo indica, a digitalização vai mostrar o caminho tanto para as pequenas quanto para as grandes empresas. O caminho é um só! O “barco” pode até ser diferente, mas o mar e a correnteza serão as mesmas para todos. Então, segure bem o seu remo e reme!

Um forte abraço e até a próxima edição.
Wladimir Wanderley

Wladimir Wanderley

Administrador, Consultor do Projeto Empreender da FACEB, Colunista

Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://empreendebonfim.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp