01/06/2021 às 00h43min - Atualizada em 01/06/2021 às 00h43min

Segmento de Mercado de Bairro

Artigo #6 da Coluna Empreendedor na Prática

Prezado Leitor, a partir desta 6ª Edição daremos início a temas totalmente focados em alguns segmentos de serviços que existem em Sr. do Bonfim e nos municípios do seu entorno. Esta ação tem o objetivo de apresentar, a você empresário, a conhecer melhor o seu negócio, incentivá-los na busca de qualificação e principalmente, pesquisar sobre as tendências do eu empreendimento.

E para darmos inicio a estas orientações voltadas ao comércio falaremos sobre o Segmento de Mercados de Bairro, um fortíssimo segmento que vem apresentando resultados surpreendentes.

Com índices de crescimento mais altos do que os dos hipermercados, os chamados “mercados de vizinhança”, “mercados de bairro” ou simplesmente “mercadinhos”, somam hoje mais de 55 mil estabelecimentos no Brasil, tendo uma média de crescimento anual acima de 6%, ou seja, estão em alta, mas enfrentam o desafio da profissionalização.

O sucesso dos mercados de bairro está não somente na conveniência que oferece ao consumidor, a qual impulsionou o canal a responder por mais de 40% do volume das vendas em alimentos, higiene, limpeza e perfumaria no ano de 2020. Outros fatores, também, que contribuiram para este cenário foi à pequena estabilidade econômica do país apresentada nos anos de 2018 e 2019, a melhoria de renda da população, que juntas refletiram na desconcentração da Economia e da Indústria e por ultimo a atual pandemia, responsável pelo enorme crescimento visto neste segmento.

Contudo, se por um lado os tais “mercadinhos” gozam de um ótimo momento, por outro eles têm de enfrentar sérias questões como o desafio de se estabilizar, de conquistar a devida atenção à sua expansão e, sobretudo, de superar a carência de uma profissionalização adequada, capaz de fazer seus negócios se desenvolver de forma consistente.

Portanto, caro leitor, se você atua neste segmento é fundamental ter a consciência de que é possível mudar esse quadro com praticidade, agilidade e proxi¬midade. Com essa trinca, os minimercados estão ganhando ainda mais espaço nas cidades brasileiras mesmo diante da concorrência das grandes redes e em Senhor do Bonfim não é diferente! Nesses estabelecimentos, o proprietário costuma chamar os clientes pelo nome, avisa quando algum produto chega e pode até vender fiado. Aqui no nosso Estado, nos ultimos dois anos, este segmento apresentou um salto de 17% no crescimento de estabelecimentos abertos e representam aproximadamente 2,5% de todas as empresas abertas ativas na Bahia.

Por serem menores estes estabelecimentos comerciais tem mais agilidade e capacidade de adaptação que as grandes redes, pois tem maior poder de decisão sobre seus rumos. E por estar mais pró¬ximo das necessidades do cliente, o mercadinho é capaz de inovar e buscar soluções “personalizadas”.

Apostar no atendimento como diferencial é outra grande alternativa frente aos grandes mercados atacadistas. Neles o cliente se sente mais um número e muitas vezes são atraídos pelas promoções já que estes conglomerados conseguem melhores preços junto aos fornecedores justamente por comprarem em grandes quantidades.

Nesta contra mão entram os mercadinhos de bairro que conhecem seus clientes e listam os seus mais antigos. Estabelecimentos assim possuem uma relação intima com seus clientes não somente por conhecê-los, mas também pela praticidade e proximidade com o publico que se torna fiel. Driblando os grandes, entre criatividade e as inúmeras soluções, estão à aposta em um mix de produtos mais enxuto e voltado para o perfil do público do bairro, assim como em investimento em tecno¬logia para que este cliente possa experimentar uma boa finalização da compra.

Finalizando, caro leitor, para quem está pensando em investir neste setor, uma regra é funda¬mental: o sucesso de um mercadinho passa pela participação direta do proprietário no dia a dia. Isso não significa que você precisa estar 100% no escritório do seu empreendimento. Execute o exercício de conhecer o seu estabelecimento através de sua clientela. Isso porque um dos principais atrativos para os consumidores é a proximidade e o bom atendimento.
E se você é empresário deste segmento e ainda não possui esta relação com seus clientes, fica a dica!

Um forte abraço e até a próxima edição onde falaremos de outro segmento empresarial de Senhor do Bonfim.

 
Wladimir Wanderley

Wladimir Wanderley

Administrador, Consultor do Projeto Empreender da FACEB, Colunista

Relacionadas »
Comentários »
  • Lauane Lima escreveu:
    15/07/2021 às 08h57min

    Tem que trazer este profissional para terrinha ou entrevistar ele!

  • Sergio Fuêda escreveu:
    14/07/2021 às 08h31min

    Parabéns ao amigo Wladimir. Excelente profissional. Ele me deu inúmeras dicas que apliquei em meu mercado, com bons reultados.

Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://empreendebonfim.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp