18/07/2021 às 20h43min - Atualizada em 18/07/2021 às 20h26min

Senhor do Bonfim, o polo educacional do sertão

A história da Educação em Senhor do Bonfim tem início com a instalação da Cadeira de Primeiras Letras da Vila Nova da Rainha, em 1815, que contava apenas com 8 alunos sob o comando do professor Pedro José Pereira.

Quase cem anos depois, no início do século XX, a cidade já possuía 12 escolas e cerca de 300 alunos matriculados. Esse período foi marcado por uma tentativa do Governo da Bahia em reduzir para dois o número de escolas no município, ação combatida veementemente por Lourenço Pereira da Silva, presidente do Conselho Municipal, que não somente impediu a redução como conseguiu a criação de escolas nas comunidades de Carrapichel e Catuni.
 
Com o crescimento da cidade, principalmente em decorrência do fortalecimento do comércio local, foram sendo criadas iniciativas ensino particular.

Contudo, a grande revolução educacional bonfinense começou com a chegada da Diocese de Bonfim, que promoveu a educação de jovens dentro dos princípios cristãos com a instalação do Educandário das Sacramentinas (1937), o Seminário São José (1942) e o Ginásio Sagrado Coração (1944). A partir de então, Bonfim tornou-se referência em Educação na Bahia, atraindo alunos das mais diversas regiões do país, sendo que, ao final da década de 1960, o município possuía 113 escolas e mais de 4.700 alunos.

Fortalecimento da educação

Em 1970, o Estado adquiriu o prédio da congregação Marista e fundou o Colégio Estadual, maior escola pública da região. Com o passar dos anos, Bonfim foi constituindo uma forte rede de ensino pública e privada, formada por instituições como Sacramentinas, Isabel de Queiroz, Casinha Feliz, Diocesano, Nova Geração, Teixeira de Freitas, Olga Campos, Júlio César, Escola Agrotécnica, entre outras.

Anos 80 e 90 e a educação superior

A importância da Educação de Senhor do Bonfim levou ao Governo da Bahia, em meados dos anos 1980, a definir o município como sede da 28ª Diretoria de Educação e Cultura – DIREC 28. Após quase três décadas, a DIREC foi substituída pelo Núcleo Territorial de Educação – NTE, sendo que Bonfim permanece como sede do NTE 25, unidade responsável pela gestão educacional dos municípios integrantes do Território de Identidade do Piemonte Norte do Itapicuru.
 
Apesar do status de polo educacional, até o início dos anos 1980, os estudantes bonfinenses que desejavam ingressar ao ensino superior, ainda tinham que se deslocar para outros locais, principalmente para Salvador.

Buscando demonstrar a importância da implantação de cursos superiores para atender a necessidade de melhorar a formação profissional no município, a professora Olga Campos de Menezes liderou o movimento que culminou com a criação da Faculdade de Educação de Senhor do Bonfim, posteriormente denominada de Departamento de Educação do Campus VII da Universidade do Estado da Bahia – UNEB.

No início da década de 1990 foi criada a extensão da Universidade Católica do Salvador – UCSAL. Anos mais tarde foram instalados o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IF Baiano (2008), a Universidade Federal do Vale do São Francisco – UNIVASF (2009) e Faculdades Ages (2018).

E hoje?

 
Atualmente Bonfim possui uma rede composta por 88 escolas e mais de 19.300 alunos, além de 4 campus universitários e instituições de Educação à Distância.

Nesse contexto, tanto por aspectos estruturais, quanto por sua importância histórica, política e econômica, quaisquer projetos educacionais ligados ao desenvolvimento, em especial aos relacionados a setores potenciais da região, como Mineração, Turismo e Tecnologia, devem ter como base as instituições de nosso município.  Afinal, há mais de dois séculos que Senhor do Bonfim é o principal polo educacional do sertão.
 
Alex Barbosa, idealizador do projeto Minha Cidade.
Alex Barbosa

Alex Barbosa

Minha Cidade

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://empreendebonfim.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp