16/12/2021 às 18h25min - Atualizada em 16/12/2021 às 19h30min

Antecipação de recebíveis aprimora indicadores das empresas

O setor de varejo é o que mais adianta recebíveis, além do setor do transporte, por conta das menores taxas comparadas com as linhas de créditos tradicionais

DINO
https://www.onlineapp.com.br/
Antecipação de recebíveis


A antecipação de recebíveis vem aprimorando os indicadores financeiros das empresas no Brasil, e é uma alternativa aos empréstimos tradicionais. De acordo com o Banco Central, o número de empresas que pediram empréstimos em outubro apresentou alta de 2,6% no mês, e o valor atingiu R$ 4,6 trilhões.  

Segundo Daniel Guesso Pereira, co-founder da Volaree, um dos principais objetivos da antecipação de recebíveis é ajudar empresas a compor seu caixa com taxas menores que as linhas de crédito tradicionais. “Além de não haver burocracia e exposição bancária como as exigidas no sistema clássico de crédito”, completa Daniel. 

O setor de varejo é quem mais protagoniza a antecipação de recebíveis. Além dele, de acordo com Daniel, o setor têxtil e de logística vêm crescendo nesta forma de crédito. 

Para Wesley Silva, CEO da Online Applications, a antecipação de recebíveis no setor de transportes é uma oportunidade para as empresas. “Observamos o fôlego que os fluxos de caixa ganham ao utilizarem a antecipação”, detalha Wesley. 

IPCA atinge setor de transportes  

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), divulgado pelo IBGE, foi de 1,20% em outubro de 2021. O setor mais impactado foi o de Transportes, com 2,06%, o que reflete em um cenário não tão favorável para as empresas do segmento.   

O aumento foi influenciado pela alta nos preços dos combustíveis, onde a gasolina se destacou com o aumento de 1,85%. Além dela, outros combustíveis também subiram, como o etanol (3,20%), óleo diesel (2,89%) e gás veicular (0,36%). 

O resultado do grupo também foi influenciado pela subida do preço das passagens aéreas - o que mais contribuiu para impacto no grupo de Transportes, com alta de 34,35%-, e por itens como pneus (1,71%) e óleo lubrificante (1,36%). 

Para empresas de transporte, o aumento do IPCA do segmento é desfavorável. Tanto pelo valor dos combustíveis, quanto para subitens. Entretanto, a retomada da pandemia vem requisitando cada vez mais do setor.  

Antecipação de recebíveis ajuda a reverter o cenário 

Mesmo com altos custos, o momento é chave para transportadores se destacarem no mercado. Para Wesley, a tecnologia é uma das melhores aliadas do setor de transporte. “Com inovação, conseguimos elevar eficiência operacional e consequentemente reduzir gastos desnecessários”, conta o CEO da Online Applications. 

De acordo com Daniel, os desafios do setor vêm exigindo inovação e customização. Uma das alternativas que propõe aos transportadores é a antecipação de recebíveis. Segundo ele, “com esse recurso, as oportunidades de otimização de despesas são possíveis e efeitos econômicos como os da inflação, podem ser tratados com mais segurança”. 

A antecipação de recebíveis, por fim, é uma oportunidade para reverter os impactos negativos do IPCA no mercado. Além de também adiantar o fluxo de caixa com taxas menores que as linhas de crédito tradicionais em todos os setores.  



Website: https://www.onlineapp.com.br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://empreendebonfim.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp